O maior desafio do mercado editorial não é a distribuição

Marcelo Spalding

Dizem os mais antigos que publicar um livro era o ápice da carreira de um escritor. Hoje, é o começo. Esta mudança, que é positiva na maioria dos aspectos e surge a partir das ferramentas digitais, traz, porém, algumas transformações importantes. E é preciso que nós, escritores, saibamos reconhecê-las e pararmos de repetir os dogmas do antigo jeito de fazer e vender livros.

O mais antigo deles: nosso problema é a distribuição dos livros.

Não!

Claro que a distribuição segue um problema, livrarias não pegam grandes quantidades do seu livro a menos que você seja um bam-bam-bam internacional, não os expõem na vitrine a não ser que você pague, não pagam à vista, são sempre os famigerados consignados. Mas eu diria que hoje o desafio maior não é a distribuição, é a divulgação.

Com a internet, as lojas virtuais, etc, o difícil não é vender seu livro, é fazer alguém se interessar em LER seu livro. Tanto que não adianta dar livros, o segredo é fazer o leitor querer o livro para ler. Aí ele vai procurar na internet, você vai mandar o livro e ele fará questão de pagar por isto. Ou procurar em uma livraria, e se a livraria não tiver o livro, e muitas pessoas começarem a procurá-lo, é a livraria que vai correr atrás de você, não o contrário. A livraria, como a mídia, é ótima para retroalimentar o sucesso, mas raramente ela dá início a esse processo.

Nesse sentido, a maior dificuldade é que as mesmas tecnologias que facilitaram o caminho do livro ao leitor também abriram caminho para que milhares de livros sejam publicados, milhões de textos escritos, criando um oceano de informações e, o que aí sim é triste, em uma sociedade que não valoriza tanto a leitura e a literatura, com índices baixíssimos de livros lidos ou comprados por ano.

Aí novamente a importância da divulgação. Com a divulgação o livro começa a acontecer, e ainda que o autor não ganhe quase nada com a venda do livro, começam a surgir convites para palestras, cursos, textos por encomenda, entrevistas, propostas de trabalho. E tudo isso, aos poucos, vai tornando o ato criativo autossustentável e valorizado.

Enfim, embora muitos subestimem a divulgação, e alguns até a desprezem e se neguem a fazê-la, eis o segredo da chance de sucesso para um livro. Aliás, talvez sempre tenha sido assim, pois quase todos os grandes e famosos autores, de Machado a Erico, passando por Clarice e Caio Fernando Abreu, além de serem ótimos escritores também atuavam na mídia, o que por si só, na época, era uma ótima divulgação.

Então, se eu pudesse dar um conselho a um novo escritor, eu diria: não gaste mais do que o necessário para ter um livro bem editado e com uma tiragem pequena, deixe para investir em DIVULGAÇÃO. Até porque divulgação se faz com tempo e/ou dinheiro.

 

Comentários:

O seu texto, Marcelo, é esclarecedor e convincente. Deveria ser publicado em outros locais. Muito obrigado por ajudar. Parabéns!
Marcio, São Paulo 22/11/2016 - 13:04
Adorei o texto, obrigado
Miriam Hildegard gress, Porto Alegre 30/08/2016 - 13:14
excelente artigo! direto e objetivo, respondendo a muitas das questões tão prementes nesse novo mundo da autopublicação. Parabéns, Marcelo!
paulo, porto alegre/rs 30/08/2016 - 11:44
Muito esclarecedor e desmistificador.
Jairo Back, PoA 30/08/2016 - 10:21

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "374912" no campo ao lado.
 
  

 

Voltar

Reprodução liberada desde que citada a autoria | Site desenvolvido pela wwsites - sites para escritores

DEPOIMENTOS

"Eu realmente gostei bastante da conversa naquele dia e da sua apresentação. Você não só sabe se expressar muito bem como tem um dom natural para o humor, não sei se alguém já te falou isso. Ainda assim, o mais legal de tudo é o seu trabalho. Não é o que eu estou acostumada a ver. É todo o ano a mesma coisa: livro de mistério, livro de romance e blá blá blá. Já, com você, foi diferente. O que faz a diferença é o que estás trazendo e como realiza isso: é simplesmente incrível. Você conseguiu abrir a mente de muitas pessoas naquele dia, e quero que continue assim. Com certeza eu gastarei os meus R$30,00 do nosso vale-livro com uma de suas obras."

Yasmin Ruppenthal
13 anos

mais depoimentos


Agendamento para 2017 disponível no RS