Coloque seu código abaixo para acessar o conteúdo exclusivo:


Marcelo Spalding é escritor, jornalista e professor. Publicou seu primeiro livro aos 17 anos e de lá para cá já lançou mais de 7 livros individuais, além de ser o idealizador do Movimento Literatura Digital. >> mais


Deixe seu comentários para o autor. É desse incentivo que se alimenta um escritor.

 


A história do livro: a transformação
da edição de 2005 para esta

       Capa NOME DO LIVRO

Vencer por linhas tortas foi o terceiro livro que escrevi e o segundo que publiquei. Inspirado na história de Michael Phelps nas Olimpíadas de Atenas, que havia ganhado sozinho mais medalhas de ouro do que o Brasil inteiro, Vencer em Ilhas Tortas, como se chamava o livro na época, procurava discutir questões éticas a partir do esporte.

A primeira edição, feita pela WS Editor em 2005, contou com uma enorme força do editor, escritor e amigo Walmor Santos e de outra querida amiga, a Nóia Kern. Ambos deram palpites no texto, no enredo e me ajudaram a deixar a história com a forma que ela ficou.

Cinco anos depois, com a edição de dois mil exemplares esgotada, eu estava já em nova editora, a Editora Kassol, que havia investido na publicação do livro A Cor do Outro. O livro ganhou novas ilustrações, nova edição e segui participando de encontros com alunos e professores por escolas do Rio Grande do Sul.

Mais cinco anos depois, com a nova edição de três mil exemplares praticamente esgotada, chegou o momento de eu decidir pela reedição ou não do livro. Nesses dez anos muita coisa havia mudado para mim, mudanças que interferiram não apenas na história do livro como também na minha carreira de escritor.

Em primeiro lugar, em 2007 meu pai teve um AVC e ficou tetraplégico, se comunicando conosco, lembrando de tudo, mas sem poder se mover. Isso me fez dar mais peso e importância ao personagem Dudu do livro, que apresentava uma deficiência física e desde o princípio liderava a equipe.

Neste meio tempo também tive meu primeiro filho, comecei a dar aulas em uma universidade e terminei meu doutorado, em que estudei a literatura e as novas tecnologias. Como resultado prático do meu doutorado, criei o portal Literatura Digital e desenvolvi projetos de literatura para web, explorando as potencialidades dos meios digitais, especialmente a interação.

Ao estudar com certa profundidade o futuro do livro e da literatura, percebi que o livro impresso precisa se reinventar, assim como a pintura se reinventou com o surgimento da fotografia. E nesta versão do livro trouxe para o impresso algumas das inovações que tenho experimentado na literatura digital, como participação do leitor e uso de outras linguagens além do texto.

Comecei com a ideia de permitir ao leitor escolher seu final, já que o final do livro era tão criticado - exatamente por não ser um "final feliz". Penso que ao permitir que o leitor faça suas escolhas, ele se sinta responsável pelo seu final, seja feliz ou seja triste, e com isso compreenda seu final como consequência de suas escolhas. Isso acarretou em tantas mudanças que acabei mudando também o nome do próprio livro, para Vencer por linhas tortas, e o nome de alguns personagens.

Em relação à edição, esta foi a primeira edição de um livro meu feita pela minha editora, a wwlivros. Na verdade meu primeiro livro, As cinco pontas de uma estrela, lançado no ano 2000, havia sido diagramado e publicado por mim mesmo, mas de forma muito amadora. Agora, 15 anos depois, com muito mais experiência e sendo responsável por duas editoras - a Editora UniRitter e a wwlivros - resolvi ousar na diagramação e edição do livro, aliando ao texto fotografias manipuladas digitalmente e links do livro impresso para o site.

Acredito cada vez mais na permanência do livro impresso, mas também acredito muito na importância dos meios digitais para todas as áreas da cultura e da sociedade - e também, é claro, para a literatura. Vencer por linhas tortas é uma tentativa, ainda muito incipiente, de testar essa transformação, arriscar novos formatos, e acredito que contar a história das edições deste livro possa ajudar o leitor a entender esta edição em especial. Que, certamente, será modificada novamente logo mais em um processo que está recém começando e, quiçá, atingirá toda a literatura.

Marcelo Spalding

 

 

 

 

 

 


capa | apresentação | posfácio | o autor | espaço do professor | mural de recados | fotografias | comprar o livro | contato

Página criada pela wwlivros - agência de edição e divulgação de livros e autores